domingo, 30 de dezembro de 2012

Sinto tua falta






             E ver-te ainda dói tanto, o porque disso não sei . Depois de todas as palavras duras, depois de tudo ainda é por você que meu coração dispara, que minhas pernas bambeiam e meu olho brilha. Eu ainda sinto sua falta. Sabe por mais que eu tente não consigo esquecer-te. E quando o faço é pior, já que quando volto a lembrar a intensidade é maior.

            Ainda sinto sua falta, ainda lembro de você. Só sei te esquecer nos momentos em que a raiva de mim mesma bate mais forte. É horrível quando penso na manhã em que você ficou deitado em meu colo é a minha melhor lembrança, porém um momento que me fez sentir tão completa, agora me faz chorar, desmoronar, esmorecer.
            Você não sabe como dói ver todos ao meu redor sorrindo e acreditando que sou forte e que já me recuperei, que sorrio por felicidade não por obrigação.
Você lembra que sempre detestei falsidade, pois é agora a falsa sou eu. Sim sou falsa porque agora eu finjo estar feliz, aprendi a fingir e quer saber acho que sou uma boa atriz, pois ninguém percebe. Mas quer saber ainda dói e muito, eu ainda choro mais do que deveria, mas escondida, ainda escrevo meus pensamentos, como agora faço.
            Bom é isso, escrever, que não me faz enlouquecer, é isso que ainda me mantém nessa linha tênue, pré-morte, de realidade. Sim, só estou esperando meu corpo falecer, porque minha alma já está morta, já não me sinto viva. A vida você levou, mas o amor que entreguei a ti aqui ficou .

Autora: Gabhy Doerzbacher

2 comentários:

  1. Adorei ter encontrado esta, pagina! linda,muito linda amei obrigada sou grata, eternamente grata..
    beijos e uma ffeliz noite abençoada..

    ResponderExcluir